sábado, 7 de julho de 2018

O Terror e Seus Subgêneros (por Blog Nerd Profeta)


Comecei a falar sobre o gênero do terror na indústria cinematográfica e, para a felicidade de alguns e infelicidade de outros, não irei parar tão cedo. Além de amar o terror, verdadeira e profundamente, ele trás consigo uma pauta gigantesca para ser discutida.

Seria inocência de qualquer um querer colocar todos os filmes de terror numa mesma categoria, sem grandes especificações, quando, na realidade, existem divisões bem claras dentro desse gênero. Imagine falar sobre Poltergeist como se fosse o mesmo tipo de filme que A Hora do Pesadelo é. Não faz sentido. É exatamente por isso, e para facilitar tudo, que existem os subgêneros, não apenas no terror cinematográfico, mas também em todos os gêneros existentes nessa indústria.

Neste artigo, iremos abordar os subgêneros mais populares e marcantes do terror! Então, sem mais delongas, vamos começar!

1 – Sobrenatural


Poltergeist. É o primeiro nome que surge na minha cabeça quando penso nesse subgênero. Todos conhecem esse filme. E não estou falando da refilmagem, que não manteve a qualidade que as produções anteriores, estou do falando do grande clássico! Não existe representante melhor!
Esse subgênero é definido pela presença de uma força sobrenatural no filme, seja hostil, seja pacífica. Nos blockbusters, como Invocação do Mal, normalmente nos deparamos com demônios, entidades misteriosas, fantasmas amargurados e afins. E eles querem, a todo custo, destruir os humanos. O motivo? Nem sempre precisa ter. Porém, nos filmes mais caprichados, essa relação é mais sofisticada, com motivações, ou há uma razão maior para aquilo tudo, como acontece em Os Outros. 
É um subgênero que é popular. Sempre foi e sempre será, pois, que a verdade seja dita, o sobrenatural sempre irá fascinar o ser humano.

2 – Teen

Jovens estão no período de férias. Eles viajam, despreocupados, para o interior, procurando diversão. Encontram um lugar maravilhoso. Divertem-se por um tempo. Alguns se amam, outros simplesmente se distraem. E, então, aparece alguém para estragar a festa. Pode ser um homem. Pode ser um monstro. Pode ser um demônio. Não importa. O que é importante, no final das contas, é que essa história terá mortes e sangue, muito sangue. 
Aí está o resumo de qualquer filme desse subgênero. Não há segredo. Sabemos que a maioria vai morrer. Sabemos que a mocinha vai sobreviver junto com o mocinho — aqueles de boa índole, geralmente. E sabemos que não vai impressionar, com raras exceções, claro. Um filme que se destaca é o fantástico A Morte do Demônio. 

3 – Slasher

Um homem que teve uma infância conturbada foge do hospício ansioso por sangue. Um assassino que morre e retorna no corpo de um boneco. Um homem que morre queimado e retorna para se vingar através dos sonhos das pessoas. Um idoso que entende que há algo de errado com a sociedade e decide ensiná-la da forma mais difícil. Em filmes assim, encontramos um assassino icônico, que fica marcado pela complexidade de sua história e seus motivos. 
Esse subgênero carrega filmes maravilhosos, como Halloween – A Noite do Terror e Brinquedo Assassino. Os assassinos geralmente usam armas cortantes — o que dá nome ao subgênero! —, como facas e machados, mas isso não é regra. Hoje em dia, encontramos maníacos e demônios que carregam martelos, perfuradores de gelo e muitos outros tipos de armas! 
Esse subgênero foi muito popular entre as décadas de 80 e 90, mas, atualmente, não está em voga na indústria cinematográfica. E quero que isso mude, pois, apesar de toda a saturação do gênero do terror, filmes desse tipo podem ser bem assustadores com uma boa direção! 

4 – Gore

Tripas. Sangue. Mortes. Mais tripas. Gritos. Dor, muita dor. Mais e mais tripas. Lágrimas. Sorrisos maliciosos. E tripas! 
O subgênero do gore é para pessoas fortes. Considerado, pela crítica em geral, uma forma grosseira e deselegante de retratar uma história, esses filmes apelam para a violência, chegando, às vezes, ao absurdo. Podemos destacar três filmes que chocam de verdade: Holocausto CanibalCentopéia Humana e Nekromantik. 
O primeiro que citei, Holocausto Canibal, é tão pesado que o diretor teve que se apresentar na polícia de seu país com os atores para provar que eles não foram mortos. Além disso, os animais que morrem durante o filme são reais! Isso mesmo que você está pensando! Estavam matando os animais na filmagem! Algo terrível, certamente, mas adorado por muitas e muitas pessoas. 

5 – Found Footage

Bruxa de Blair iniciou, por definitivo, esse subgênero. E, bem depois disso,Atividade Paranormal o popularizou. 
Found footage é outro estilo de filme que está em voga, atualmente, principalmente no cinema independente. Acontece que o custo para fazer esse tipo de filme geralmente é baixo, o que o torna muito atrativo para cineastas amadores ou iniciantes. 
Esse estilo é bem flexível, sendo possível abordar todos os tipos de histórias, desde situações sobrenaturais e com monstros, até o fim do mundo e maníacos que brincam com suas vítimas com câmeras amadoras. 

6 – Thriller

Uma mulher tomando banho. É possível ver uma silhueta se aproximando dela, por detrás da cortina do banheiro, mas ela não percebe. E, então, com uma música eletrizante, alguém aparece de súbito e esfaqueia a mulher inúmeras vezes. 
Essa é a clássica cena do banheiro de Psicose, um grande, se não o maior, representante desse subgênero. Ele é marcado pelo mistério, pelo suspense, pelo medo que é criado aos poucos. É uma experiência única assistir um thriller de qualidade, como Silêncio dos Inocentes, por exemplo. 
Um dos fatos mais interessantes desse subgênero é que ele está presente em outros gêneros do cinema, como ação e suspense. 

7 – Trash

 Já pensou em rir vendo um filme de terror? Bem, isso é possível, basta assistirSharknado e O Ataque dos Tomates Assassinos, onde vemos tubarões voadores e tomates assassinos matando muita gente! Sério, existem esses filmes e eles são de terror. Há sangue, há morte, há gritos. E muita coisa tosca! 
Mas, essa descontração, junto com cenas que podem chocar, cria uma combinação muito interessante. Diverte, distrai e impressiona. O absurdo da situação, inclusive, traz consigo muitas reflexões, às vezes. Re-Animator é um desses filmes, que, por sinal, foi praticamente o criador desse subgênero. Está certo brincar com a genética humana? Há limite para aquilo que fazemos dentro de um laboratório científico? Podemos brincar de Deus? 
A violência escrachada, tosca e absurda do trash é lindo. E é um subgênero que não pode, em hipótese alguma, sumir do gênero do terror. 

8 – Psicológico

Agora, sim, entramos no meu subgênero favorito! EraserheadA Metade Negra,Donnie DarkoOs Inocentes (1961)O Bebê de RosemarySuspiriaO Babadooko Iluminado e o atual It – A Coisa. São muitos e muitos filmes que poderia citar aqui, todos maravilhosos, ilustres, verdadeiras obras-primas. 
Parece que esse subgênero é o lar das musas do terror. Os filmes retratam situações adversas, inesperadas, tudo num ponto de vista pessoal dos personagens principal. E, assim, a imersão é maior. O telespectador mergulha fundo na história e, muitas vezes, começa a fazer parte daquele mundo. 
Claro, existem filmes que não são bons, que apelam para o clichê, como o atual O Quarto dos Esquecidos. Mas, em comparação com outros subgêneros, que caem facilmente no clichê, continuo afirmando que o terror psicológico sempre será uma área de ouro no gênero do terror.
Fonte: http://nerdprofeta.com/o-terror-e-seus-subgeneros/

Nenhum comentário:

Postar um comentário